A famosa nuvem bigorna

Na Meteorologia, existe uma classificação com os 10 tipos básicos de nuvem, que são classificadas de acordo com sua aparência e altitude. A Cumulonimbus (Cb) é o grande destaque nessa classificação, já que essa nuvem possui a aparência característica de uma bigorna ou um cogumelo, e o seu topo pode atingir até 20 km de altitude. Além disso, esse é o único tipo de nuvem capaz de produzir raios, sejam eles intra-nuvem, nuvem-solo ou nuvem-nuvem. 

Por conta da sua grande extensão vertical e horizontal, essa nuvem só pode ser identificada à distância. Seu interior é constituído por gotas de água na base e partículas de gelo no topo. Sua aparência escura e ameaçadora condiz com o estrago que essa nuvem pode causar em um curto período de tempo. 

bigornaA nuvem Cumulonimbus se assemelha a uma bigorna.

Como são formadas? 

As nuvens do tipo Cumulus dão origem às Cumulus Congestus que, por sua vez, originam as Cumulonimbus. A evolução de uma Cumulonimbus ocorre quando o ar ambiente é instável. Nessa condição, os ventos ascendentes transportam grandes quantidades de vapor d’água,  proporcionando o crescimento vertical e aumento do volume da nuvem. O efeito de amadurecimento de uma nuvem Cumulus Congestus até o início da Cumulonimbus dura cerca de 20 minutos.

learnweather.comEvolução de uma nuvem Cumulonimbus. Fonte: Learn Weather.

São nuvens volumosas, que se formam em um curto período de tempo. Mas elas podem trazer algum risco à vida humana?

Como dito anteriormente, a Cumulonimbus é o único tipo de nuvem capaz de produzir descargas elétricas. Essas nuvens atingem altitudes onde a temperatura do ar é menor que 0°C e, consequentemente, as gotas de água no topo delas se transformam em partículas de gelo. A instabilidade no interior da nuvem faz com que as partículas de gelo colidam entre si e provoquem a eletrificação das nuvens. Uma vez eletrificada, essa nuvem dá origem à uma descarga elétrica de elevada corrente chamada de raio.

tempestadeRaios formados pelas nuvens Cumulonimbus.

Em resumo, as nuvens do tipo Cumulonimbus são mesmo perigosas, podendo provocar em poucos minutos um estrago inimaginável, seja com chuvas intensas, granizos, ventos fortes ou descargas elétricas, que podem levar à morte. Atualmente, as Cumulonimbus são fortemente estudadas para a previsão de tempo severo, onde o principal objetivo é prever e alertar a população de eventos meteorológicos que podem causar ameaças às atividades humanas.

Nos próximos textos de Meteorologia, vamos falar um pouco sobre como os raios se formam e quais tipos existem. Então, fique ligado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: