Para você, quanto vale a aceleração da gravidade na superfície da Terra? 

Talvez a sua resposta para essa pergunta tenha sido algo como 10 m/s², que é um número muito falado e utilizado em diversos exercícios teóricos. Talvez, no entanto, você possa ter pensado em 9,8 m/s², que é um valor mais próximo do real em relação ao que se é registrado experimentalmente.

De fato, muito se é falado da força da gravidade, tanto que ela parece quase uma força trivial e previsível ao qual todos estão acostumados. Mas, a verdade é que existem muitas surpresas e segredos que transcendem a mera constante do 9,8 m/s². Como ponto de partida, por exemplo, você saberia definir a força ou a aceleração da gravidade? Do ponto de vista da Terra, como ela se comporta? Ela é constante em todos os lugares, ou apresenta algumas variações? E, se apresenta variações, por que elas ocorrem? 

Um método geofísico que usa os elementos do campo de gravidade para estudar a Terra é a Gravimetria. Através dela, somos capazes de responder a muitas dessas perguntas e desvendarmos alguns dos mistérios por trás da gravidade. Você se sentiu atraído pelo assunto? Vamos falar disso tudo e um pouco mais neste artigo!

Ler mais

A resposta para essa pergunta é SIM!

Apesar de qualquer pessoa já ter escutado de alguém que a possibilidade de isso ocorrer ser infinitesimal, na realidade, é muito possível e não é nada difícil. Ler mais

Afinal, o que são buracos negros?

Ao contrário do que diz a cultura popular, os buracos negros não são corpos que vagam pelo espaço aspirando todos os objetos que atravessam o seu caminho. Este cenário, muito improvável, só ocorre quando objetos chegam perto o bastante do buraco negro e atravessam o horizonte de eventos, região a partir da qual nem a luz é capaz de escapar. Além disso, os buracos negros obedecem às leis da gravitação da mesma forma que qualquer outro corpo que contém massa, o que torna encontros com esses objetos bastante raros.  Ler mais